6 de maio de 2010

Origem da suástica

A suástica, também chamada de cruz gamada, é um símbolo místico encontrado em muitas culturas, em povos tão diferentes quanto os índios hopi, os astecas, os gregos e os hindus. Algumas, como a celta, são bem diferentes, mas a suástica budista e hopi são quase idênticas às nazistas, com a diferença de que essa última foi rodada de modo que um dos braços fica no topo. No budismo a suástica tem significado de bons ventos. Outro significado possível é a boa sorte.

Alguns autores acreditam que Hitler usou o símbolo por sua semelhança com uma engrenagem, para simbolizar a revolução industrial que ele pretendia fazer na Alemanha

A suástica reapareceu no ocidente graças ao trabalho do arqueólogo Heinrich Schliemann que descobriu o símbolo num sítio arqueológico na cidade de Tróia. Ele fez uma conexão entre esses achados e antigos vasos germânicos e teorizou que o símbolo tinha um significado religioso que ligava os povos germânicos à cultura grega.

Os nazistas aproveitaram essa idéia e adotaram a suástica como símbolo da raça ariana e da supremacia da raça branca. Hitler chegou a afirmar que a suástica representava originalmente o fim do povo judeu.

Assim, do símbolo religioso de bons agouros, comum a muitos povos, a suástica passou a representar o fascismo e o racismo. Após a II Guerra, com a vitória dos Aliados, o símbolo mudou de significado e hoje está associado às atrocidades cometidas contra judeus.

Fonte: Revista Nazismo - Revelações sobre Hitler, o maior assassino da humanidade - Editora Escala


Related Posts with Thumbnails

Nenhum comentário: