15 de janeiro de 2010

O Schindler brasileiro


Luiz Martins de Souza Dantas, esse é o nome do brasileiro que ajudou pelo menos 475 pessoas das perseguições nazistas. Souza Dantas era o embaixador brasileiro na Alemanha, reconhecido pelo Museu do Holocausto como um justo entre as nações (denominação dada aos que arriscaram suas vidas para ajudar vítimas do Holocausto). A forma que achou para ajudar os perseguidos foi a de conceder vistos para que pudessem viajar e se refugiar no Brasil.

Ele agia contra uma proibição de Getúlio Vargas, a de que não era permitido conceder vistos a judeus, ele falsificava as datas dos vistos para antes da data da proibição.

Souza Dantas foi várias vezes advertido pelo Ministério de Relações Exteriores, e chegou a ficar numa prisão domiciliar alemã durante 14 meses, foi investigado pelo governo brasileiro, mas como pouco tempo depois o Brasil cortou as relações diplomáticas com a Alemanha, o caso foi abafado.


Related Posts with Thumbnails

2 comentários:

Areshandzure disse...

Souza Dantas traiu a Alemanha contra a vontade do Brasil --'

Guilherme R. de Souza disse...

Claro, o Brasil tinha um regime totalitarista como o da Alemanha, o Brasil e a Alemanha eram relativamente próximos.